O Que Fazer Para Acabar Com a Canela Seca Nas Minhas Orquídeas ?

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

Canela seca é o nome popular de duas doenças causadas por fungos.
O Fusarium oxysporum provoca fusariose e o Rhizoctonia solani causa a podridão escura, ambas de difícil controle.

A doença começa nos pseudobulbos e vai avançando pelo rizoma (o “caule” das orquídeas), se espalhando rapidamente até matar a planta em poucos meses.

O melhor controle é preventivo: você pode separar essa Vanda das outras plantas, lavar as raízes em 1 litro de água com 3 ml de água sanitária e deixá-la secando por uns dois ou três dias.

Depois, borrife a planta toda com fungicida (o Cercobin é o mais usado para isso, mas é bem tóxico, tome cuidado ao manuseá-lo) e coloque-a na UTI, conforme as instruções que estão aqui (MUITO Importante ver esse link da UTI de Orquídeas para o tratamento !!!) Não é garantido que funcione, mas pelo menos poupará suas outras plantas de canela seca.

A Podridão Escura (Clique Aqui e Veja TODO o Tratamento CORRETO para combater a Podridão Escura) é uma das mais temíveis doenças que atacam orquídeas.
É mais comum seu surgimento em épocas chuvosas ou quando o cultivador mantém muita umidade no ambiente.

A doença pode atacar qualquer parte da planta: folhas, pseudobulbos ou raízes, mas o mais comum é surgirem nas folhas.

A mancha rapidamente cresce e se espalha pela planta toda.

É comum também as folhas ficarem amareladas em torno da área infectada.

Loading...

Dica:

Para cultivadores de Cattleya, adubar na primavera, com  adubo com alta concentração de cálcio, segundo grandes alguns cultivadores, evita o surgimento da podridão Escura. Vale testar, né?

Prevenção:

Como sempre digo, o ideal é prevenir para não ter que tratar a doença.

Para isso, siga estas dicas:
– Esterilize os vasos antes do plantio ou replantio;
– Antes de colocar o novo substrato, jogue água fervendo nele e deixe esfriar;

– Evite deixar uma planta muito próxima a outra (o ideal é o espaçamento de um palmo de uma folha para outra);
– Não deixem vasos próximos ou no chão, o ideal é estarem pelo menos 50 cm de distância do chão.

– Evite deixar as folhas das orquídea úmidas por longo período;
– Coloque os vasos em locais que tenham boa circulação do ar (que ajuda na secagem das folhas e substratos);
– Ao primeiro contato do sintoma desta ou outra doença, isole a planta contaminada.

Fonte: minhasplantas.com.br

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *