Mandrágora mitos, características e curiosidades da ‘planta mágica’

Mandrágora é uma planta de família das Solanaceae. É uma planta perene que cresce nas regiões montanhosas da Europa, Ásia e Norte da África

Mandrágora mitos planta

Mandrágora tem flores azuis, roxas, pretas e brancas profundas. Os agricultores usavam mandrágora para tratar distúrbios mentais. A plantatambém é usada na produção de medicamentos.

A mandrágora cresce em regiões frias e temperadas. É uma planta resistente que pode suportar condições adversas, como invernos frios e verões quentes.

Curiosidades de planta mandrágora

A espécie cresce em solo arenoso, sendo ideal para regiões com montanhas rochosas. A mandrágora também é encontrada em regiões com fortes nevascas, o que facilita a colheita de suas raízes.

A planta é geralmente encontrada em torno de nascentes ou córregos onde pode encontrar fontes de água para sobreviver. Com raízes que parecem pernas humanas grossas e carnudas com um cheiro forte.

mandragora como cuidar mitos

Os agricultores usavam mandrágora para afastar os animais de suas plantações. Eles enrolavam as pernas da raiz em panos e as jogavam no ar para aterrorizar os animais longe de seus campos. Isso protegeria as plantações dos agricultores dos animais que as comeriam.

Mandrágora é uma planta comumente usada na Idade Média para tratar transtornos mentais e produzir efeitos mágicos.

As raízes da planta são usadas para proteger as plantações dos animais e produzir efeitos mágicos. Além disso, os agricultores envolveram as pernas da raiz da planta em pano para assustar os animais de suas plantações.

Veja também: Bromélia como cuidar e curiosidades para ter em casa


A mandrágora é um tipo de planta que tem sido usada há séculos na medicina tradicional. É uma planta alta com flores amarelas e folhas urticantes.

Também é conhecida como raiz de mandrágora, mandrake, erva-da-lua e raiz do mago. O nome vem da palavra latina para veneno, foi usado em muitos filmes e jogos. A planta é encontrada na Espanha, França, Itália e Alemanha.

madragora curiosidades

Os romanos acreditavam que a mandrágora poderia ser usada para fazer cordas. Eles também pensaram que a mandrágora poderia ser usada para tratar mordidas de cobra e ossos quebrados. Médicos antigos usavam a planta para tratar azia e outros problemas digestivos.

Na verdade, o nome dessa planta vem da palavra grega que significa “maçã venenosa”. Na Roma antiga, isso era conhecido como a erva do amor.

Os médicos também a usam para tratar pesadelos, insônia e outros distúrbios do sono. O extrato de mandrágora também pode ser usado para tratar a ansiedade e ataques de pânico.

No entanto, a planta só é eficaz quando combinada com outros ingredientes naturais com base na condição de uma pessoa.

Cultivo da planta

Você pode encontrar plantas de mandrágora em jardins de todo o mundo. Cresce bem em áreas onde há muita luz solar, umidade e calor.

Prefere um solo rico em nutrientes e com boa drenagem. Você pode cultivá-lo dentro de casa se morar em uma área fria ou se quiser protegê-lo de condições climáticas severas ao ar livre.

mandragora

Pode-se cultivar mandrágoras em uma área externa ensolarada, se tiver espaço para isso. E precisará regá-lo regularmente para que ele permaneça saudável e cresça bem. Um jardineiro pode controlar o tamanho da planta pela frequência com que é regada.

É uma planta interessante que tem muitos usos nos tempos antigos e modernos. É usado para tratar várias condições de saúde e pode ser cultivado facilmente por qualquer pessoa com os devidos cuidados.

As Mandrágoras são fáceis de cuidar e crescem bem em condições favoráveis , você pode ter tranquilamente essas plantas em seus jardim.

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas