Qual o Segredo da Orquídea Azul? A Blue Mystic existe?

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

A revista Natureza  (Ano 24, Edição 283) escreveu uma página sobre as novidades lançadas no Encontro Nacional de Floristas, a Enflor.

Dentre as novidades, estava a Blue Mystic, orquídea azul que gerou muita polêmica sobre sua cor e a origem.

Nos Posts anteriores, eu já havia falado sobre este lançamento no Brasil e sobre as informações que obtive em uma feira, no início do ano, na Flórida, EUA.

A novidade é que agora a produtora da orquídea no Brasil informou à revista Natureza que trata-se de uma tintura aplicada direto no caule: “a partir da influsão de uma tinta especial no caule da orquídea branca”.

Procurando maiores informações, encontrei um pioneiro da Blue Mystic nos E.U.A.
Em uma entervista ele afirma:

“As futuras flores que estão na haste vão ser azuis”, diz Andrew Bartha – dono da Silver Vase
Mas o próprio Andrew Bartha não divulga sobre as hastes que surgirão depois.

Ainda não satisfeita, fui direto à fonte, a empresa holandesa que fez patente da orquídea e foi a responsável pela descoberta.
O que descobri foi que pedaços do caule da orquídea Phalaenopsis branca, é tingida com um produto especial, que obviamente eles não divulgaram qual, mas que garantem não ser tóxico à planta.

Ainda informam que as flores abrem em tom azul que pode variar de uma planta para outra, pois cada uma absorve de uma forma diferente.
As hastes novas, provavelmente irão trazer flores brancas, embora até mesmo os produtores holandeses, não sabem com certeza, devido ao pouco tempo do lançamento da Blue Mystic.

Loading...


Eles acreditam que as próximas floradas serão brancas porque a Phalaenopsis tem um “sistema de filtragem natural” muito forte.

A orquídea blue era um mistério total, cada pessoa dizia uma coisa, e nunca se tinha informações precisas sobre como ela tinha o tom azul se era “real” ou “fake”.

Continuarei a busca, inclusive para descobrir que produto é esse.
Enfim…
Agora sabemos que ela não é pintada e não é um novo híbrido.

Não é pintada pois as pintadas recebem pigmentos direto na flor, o que não é o caso dela.
Não é novo híbrido, porque com o tempo a cor sairá e a orquidea voltará a produzir flores brancas.

De qualquer forma, um novo híbrido eu imaginava que não poderia ser, afinal, não há cor azul na natureza (das orquídeas).
É só pensar: você já viu alguma flor (de orquídea) realmente azul na natureza? Não!

O que se chama de azul, quando falamos de orquídeas, é um tom de roxo, que chega mais próximo a cor. Mas azul, azul mesmo, não há. Então se não tem na natureza, não tem como cruzar a orquídea Phalaenopsis com outras para chegar ao tom. (E não é possível fazer o cruzamento de orquídeas com plantas que não sejam orquidaceas.)

O que a empresa holandesa divulga é que esta técnica foi aperfeiçoada depois de muitos anos de pesquisas e testes, até a descoberta desta forma de influsão. Até então, havia sido tentada várias formas, mas a orquidea não absorvia a cor.

Sobre os cuidados para quem já adquiriu ou pretende adquirir a planta, é aumentar a quantidade de rega. Ela não pode ficar seca!
Adubação também deve ser rigorosa, quinzenalmente.

Agora cada um deve analisar se vale a pena investir de R$90,00 a R$300,00, variação do preço no mercado brasileiro, para ter uma ou no máximo duas florações na cor azul.

Eu tenho a minha, e não me arrependo, pois a felicidade que tive de ter a primeira Orquídea Azul no Brasil, foi única. A minha chegou no Brasil em Janeiro, pena que 6 meses depois, em julho, o sítio kolibri lançou e começou a venda aqui. (risos)

Preferia ser exclusiva, claro! (risos)
Fico apenas decepcionada pois não sabia que se tratava de uma única floração.

Acredito que essas informações não são divulgadas para não prejudicar a venda, porque muitas pessoas quando souberem que o valor é pela florada que está aberta, não vai comprar, né?

Com isso, daqui a pouco o preço deve normalizar, ficar igual ao preço de qualquer outra Phalaenopsis. Hoje é cara, porque é novidade!

Uma coisa que eu acredito é que, agora que eles descobriram esse processo, muitas novas cores vão chegar. Já pensou Phalaenopsis negras, laranjas, cinzas, marrons …

Acredito que para o próximo ano teremos novidades.

Mas e você? Compraria essa orquídea?
O que você acha da propaganda que está girando ao redor da Blue Mystic?

Fonte: cynthiablanco.blogspot.com.br

Loading...

3 comentários em “Qual o Segredo da Orquídea Azul? A Blue Mystic existe?

  • 28/06/2016 a 14:21
    Permalink

    Meu sonho sempre foi ter a orquídea azul desde que eu há vi pela primeira vez,nunca tive coragem de pagar um preço tão alto,mas eu ganhei ontem no meu aniversário!até chorei de alegria,ela é muito linda!!minha decepção veio qua li no manual q a próxima florada vai ser branca!vou cuidar e curtir ao máximo a minha e guardar as fotos!

    Responder
  • 26/10/2016 a 16:21
    Permalink

    Existe sim, a orquídea azul. Pesquisei e encontrei: Orquídea Vanda Patchara Delight Patchara. É importada da Tailândia. Odila.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *