O que Fazer Quando Minhas Orquídeas Demorar ou Não Dão Flores? Aprenda Aqui…

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

Verifique se a intensidade da luz é certa para a espécie. Existem muitas espécies de orquídea, mas a borboleta (Phalaenopsis) é uma das mais comuns e mais fáceis de cultivar. Esse é um dos tipos mais vendidos na maioria das floriculturas ou orquidários. Colocá-la no parapeito ensolarado da janela é muito bom, pois a planta gosta de luz solar, mas não direta.
Algumas das espécies menos comuns de orquídeas têm necessidades diferentes de exposição à luz solar. Por exemplo, a sapatinho (Paphiopedilums) e a miltônia não gostam de luz direta. Uma janela do lado oposto ao sol é um ótimo local para esses tipos de orquídeas.
A Cattleya, a orquídea olhos de boneca, a Oncidium e a Cymbidium, por outro lado, necessitam de uma grande exposição à luz solar para que cresçam. Uma janela onde bata luz solar direta é melhor para essas espécies.

Regue a planta com a quantia certa de água. A orquídea borboleta gosta de ser regada uma vez por semana no período de dormência (quando a planta não cresce e nem dá brotos) e duas vezes por semana na fase ativa de crescimento. É melhor mantê-la seca entre as regas. Isso significa que você deve regá-la apenas quando o solo do vaso (que geralmente tem uma boa drenagem por ser feito de uma mistura de casca de pinus) aparentar estar seco ou então a orquídea pode morrer. Se o vaso parecer úmido, ainda é cedo para regar.
Regue a orquídea no começo da manhã.
A maioria das plantas cultivadas dentro de casa devem ser regadas em intervalos de cinco a 12 dias dependendo da estação do ano e da espécie:
As espécies Vanda e Ascocenda necessitam da mesma quantidade de água que a orquídea borboleta.
A sapatinho, miltônia, Cymbidium e a Odontoglossum podem ser mantidas úmidas o tempo todo.
As espécies Cattleya, Oncidium, Brassia e a orquídea olhos de boneca preferem ser mantidas úmidas durante o crescimento. Nos outros períodos, elas devem ser mantidas secas entre as regas.

Mantenha a umidade ambiente. Muitas orquídeas são plantas tropicais, portanto elas preferem um nível de umidade que não está disponível numa casa comum. Durante o inverno, o índice de umidade em uma casa é de 30%. A orquídea borboleta gosta de um ambiente com umidade entre 40 a 70%. A maioria das outras espécies se dá bem em ambientes com umidade entre 60% a 80%. Ao ajustar a umidade para as plantas, todas as espécies de orquídea se desenvolvem um pouco melhor. Se você cultivar diversas plantas no mesmo espaço, já vai ter um ambiente úmido.
Considere comprar um umidificador para os meses de inverno. Você também pode comprar bandejas especiais na maioria dos orquidários que podem ajudar a criar umidade em volta das orquídeas.
Você também pode cultivar a orquídea em um banheiro. Ela vai adorar a umidade. Apenas verifique se o parapeito da janela recebe bastante luz solar, desde que não seja direta.

Use lâmpadas de amplo espectro. Quando uma orquídea se recusa a desabrochar, o motivo costuma ser a falta de luz. Se você não conseguir fornecer a quantidade certa de luz natural para a sua orquídea, pense na ideia de colocar lâmpadas de amplo espectro nos interiores. É possível comprar esses sistemas de iluminação em viveiros de plantas ou pela internet.
Há vários formatos e tamanhos disponíveis para se adequar a qualquer espaço na sua casa.
É possível ajustar a iluminação para satisfazer as necessidades da espécie que você tem.

Use um fertilizante formulado para orquídeas. Fornecer os fertilizantes corretos para a planta pode estimular o crescimento rápido e a floração antecipada. Procure um produto que contenha nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K), além de traços de ferro. Sempre leia e siga as instruções do fertilizante com cuidado. As orquídeas devem ser bem regadas antes de receberem fertilizante.
Alguns produtos vêm em forma de grãos ou secos. É preciso dissolver esse tipo de fertilizante na água antes de aplicá-lo.
O produto seco é muito concentrado, portanto nunca o aplique diretamente na planta. Depois de dissolver o fertilizante granulado na água, despeje o líquido na orquídea.

Fertilize a orquídea uma vez por mês durante a estação de floração. Essa estação ativa vai aproximadamente de setembro até maio. Não aplique fertilizante do meio de junho até o meio de agosto. Se você aplicar menos do que isso, o crescimento da planta pode ser retardado e as flores não vão desabrochar. Se a aplicação for mais frequente, corre-se o risco de queimar as raízes e folhas da planta, o que também impede o aparecimento de flores.
Leia as instruções do fertilizante específico para a sua orquídea com atenção, pois elas podem variar de produto para produto.
Não deixe de aplicar fertilizante apenas depois que as flores murcharem para estimular novos botões. Repita o procedimento quando as folhas e brotos novos aparecerem e começarem a crescer.

Reduza a temperatura em 10 graus à noite. As orquídeas borboletas são sensíveis à temperatura. Na natureza, as flores desabrocham quando o outono chega e a temperatura cai à noite. Se uma orquídea não passar por um período com noites mais frias, mesmo no caso de plantas de interiores, ela pode se recusar a produzir botões e flores. Se ela estiver em uma janela, deve estar exposta à queda natural da temperatura no exterior até certo ponto. No entanto, isso pode não bastar para que haja botões. Antes de ir dormir todas as noites, diminua a temperatura do termostato em 10 graus.
Após uma ou duas semanas de temperaturas mais baixas à noite, a orquídea vai ser estimulada a florescer, desde que seja o período certo do ciclo de crescimento.
No caso das orquídeas borboletas, a temperatura noturna deve ser de 15,5 ºC e a diurna de 25 ºC.

Loading...

Preste atenção à estação. Cada espécie de orquídea tem uma estação de crescimento, ou seja, uma época do ano quando as flores desabrocham. Se a estação atual não for a época da espécie que você tem, ela não vai florescer. A maioria das orquídeas, incluindo a borboleta, costuma desenvolver folhas novas nos meses de verão. As hastes e os botões aparecem no fim do outono e logo depois eles nascem e continuam a florescer até a primavera. Essa estação das flores costuma acabar no meio de setembro.
A orquídea borboleta costuma florescer uma vez por ano e as flores podem durar por vários meses.
Quando as flores caem, mais alguns botões podem desabrochar da mesma haste, mas nem sempre isso ocorre.

Verifique a cor da folha. Se a orquídea não estiver dando flores, o motivo é quase sempre a falta de luz. Uma das melhores maneiras de descobrir se a planta está recebendo uma quantia suficiente de luz é verificar a cor da folha. Uma orquídea saudável que recebe a quantia certa de exposição ao sol tem folhas verdes brilhantes. Se elas estiverem verde-escuras, é sinal de que a orquídea não está recebendo muita luz. Transfira-a para um local mais iluminado, como uma janela que receba sol. Caso as folhas estejam mais avermelhadas, a planta está recebendo muita luz. Sendo assim, passe-a para um local menos ensolarado, como uma janela voltada para o norte ou leste.
Provavelmente vai ser preciso filtrar a luz com uma sombra ou cortina se você colocar a orquídea borboleta em uma janela voltada para o sul. A maioria delas adora luz, mas não de forma direta.

Verifique as hastes e as folhas para ver se há sinais de desidratação. Se elas estiverem murchas ou enrugadas, a planta precisa de mais água. Sempre é preciso aumentar a frequência das regas quando a orquídea estiver desabrochando ativamente. Durante o período de descanso (quando não há botões de flores), regue a planta uma vez por semana. Na fase ativa, regue-a duas vezes por semana.
Aumente as regas ao perceber que há novos brotos ou raízes na orquídea.
O excesso de água pode matar uma orquídea rapidamente. Nunca deixe a sua planta ficar em um vaso encharcado e com poças de água.

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

Avalie o solo. A maioria das orquídeas, incluindo a borboleta, não cresce no solo normal. Elas precisam de um material que tenha uma drenagem rápida e boa circulação de ar. Uma mistura de cascas de pinus com boa drenagem é o substrato mais popular para vasos de orquídeas borboletas. Se você não conseguir identificar o solo atual da sua planta, substitua-o por essa opção.
Sem uma boa circulação de ar e drenagem proveniente de um substrato apropriado, a orquídea pode sufocar e morrer.
A maioria delas também pode ser cultivada em esfagno, raízes secas de samambaia (xaxim), lã de rocha, perlite, pedaços de rolha, pedras, fibra de coco, carvão ou um combinado de vários desses materiais.

Créditos da Matéria: pt.wikihow.com

Fontes e Citações

  1. http://www.gardendesign.com/flowers/orchid-not-blooming.html
  2. http://www.gardeners.com/how-to/getting-orchids-to-bloom-again/7241.html
  3. http://www.beautifulorchids.com/orchids/orchid_care_tips/faq/frequently_asked_questions.html#question5
Loading...