Como Recuperar uma Orquídea Desidratada

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

Procedimento para recuperar uma orquídea desidratada, ou uma traseira que apresente boas gemas.
Passo a passo

1 – Retire a planta ou traseira do vaso.
2 – Lave em água limpa, escovando com delicadeza e cuidado suas partes mais delicadas como a gema. Utilize uma escova dental macia ou uma esponja plástica.
3 – Retire as raízes mortas e apare as sadias deixando-as com 10 centímetros de comprimento.
4 – Com um pouco de xaxim desfibrado macio ou de sphagnum vermelho, umedecido em água limpa, aperte bem o material para eliminar o excesso de água. Adicione nessa água algumas gotas de hormônio vegetal.
5 – Com um saco plástico transparente, coloque a planta sobre o substrato umedecido que ficará no fundo do saco plástico. Observe se não ficou água no fundo do saco plástico, para evitar o apodrecimento da planta.
6 – Sopre o saco até ficar bem cheio de ar, e o feixe completamente tendo o cuidado de virar a sua borda para baixo. O ar soprado no saco acarretará um ambiente com mais gás carbono que ajudará no crescimento da planta.
7 – Coloque o saco plástico num lugar sombrio.
8 – Após dois ou três meses, apareceram os primeiros brotos e raízes novas, mas não abra o saco plástico.
9 – E se for feito durante o inverno não retire do saco plástico, espere os meses de inverno acabar.
10 – Passado por todo o processo retire a planta recuperada e a coloque em um vaso, faça uma adubação leve até atingir seu total vigor.

Sugerimos para leitura:
Manual Completo de Como Cuidar de Orquídeas

As orquídeas podem acabar sofrendo com os maus cuidados e terminam sem raízes ou somente desidratadas. Em ambos os casos é necessário recuperá-las e a boa notícia é que é possível fazer isso.

No caso da desidratação da orquídea o processo é bem mais fácil, simples, basta usar soro, aquele que compramos em farmácia e pronto.

Um pacote de soro deverá ser diluído em água, observe as instruções da bula. Outra alternativa é fazer o soro caseiro, a receita da água, açúcar e sal. Com um borrifador você poderá aplicar o líquido na orquídea e recuperá-la em poucos dias.

O soro deverá ser borrifado pelo menos durante 15 dias e observe se o tempo foi necessário ou ainda é melhor esticar o “tratamento” por mais uns dias.

No caso da recuperação de uma orquídea que perdeu as raízes é necessário trabalhar um pouco mais. A seguir, veja como fazer para recuperar a planta:
Serão necessários os seguintes materiais para fazer o tratamento de recuperação da orquídea: saco plástico limpo, pedaço de xaxim, tesoura, fita para amarrar ou barbante, 3 gotas de “complexo B”, escova de dente macia, sabão de coco, adubo e um borrifador de água.

Loading...

Você sabe que a sua orquídea perdeu as raízes quando ela está desnutrida e desidratada. É um sinal evidente.

Retire da terra da orquídea e corte as raízes mortas com a tesoura separada para isso.

Pegue o sabão de coco e faça espuma e use uma escova de dentes macia para lavar a orquídea.

O xaxim deverá ficar de molho 24 horas dentro da água com adubo. E você deve fazer uma mistura de adubo mais “complexo B” e borrifar na planta e também no xaxim depois do período de molho.

Passadas as 24 horas, pegue a tesoura e faça um talho no xaxim, neste espaço, coloque a orquídea e use a fita ou barbante para amarrar bem forte. É importante que essa fita não passe sobre as gemas.

Coloque o xaxim com a planta dentro do saco plástico, feche com a fita, certifique-se que o saco ficou muito bem fechado. Em seguida, escolha um lugar que tenha iluminação do sol indireta e deixe o saco pendurado neste ponto.

Deixe passar pelo menos 3 meses para retirar a planta de dentro do saco plástico e depois é só plantá-la normalmente. Atenção: ela não deverá ser retirada do xaxim. Use e coloque mais substrato.

Sugerimos para leitura:
Manual Completo de Como Cuidar de Orquídeas

Falando um Pouco do Cultivo da Orquídea para Evitar Que Ela Morra

Usamos muito o ditado “antes prevenir do que remediar” e podemos encaixá-lo no caso das orquídeas. O cuidado com elas para evitar que elas quase morram e seja necessário uma recuperação, deve ser iniciado no cultivo.

O substrato deve ser muito bem feito para garantir que elas cresçam forte. A boa drenagem e porosidade devem ser garantidas. Para obter essa necessidade é aconselhável usar no substratos os seguintes componentes: casca de pinus, pó de carvão, fibra de coco, folhas velhas, areia de rio, piaçava moída, entre outros.
É necessário também observar que tipo de orquídea você tem uma muda em mãos. Elas possuem habitats diferentes e isso deve se respeitado para que elas cresçam da melhor maneira possível.

As epífitas crescem em árvores agarradas aos troncos e é dali que elas retiram os nutrientes que precisam para sobreviver, mas não só, a fonte de energia principal é a umidade do ambiente.

As terrestres crescem como as outras plantas e por isso devem ter a raiz forte de onde vem nutrientes e água.

No caso das litófilas e as rupícolas o lugar preferido delas para crescer é sobre pedras. Elas conseguem pegar os nutrientes de restos de folhas e outros detritos.

O Clima Também Deve Ser Observado para Não “Perder” a Sua Orquídea

As plantas têm as suas preferências de clima. No caso das orquídeas, elas ficam bem em um ambiente cuja a temperatura fique entre 15 e 28 graus. Observando também a umidade do ar que deve ficar no máximo 80% e como mínimo 50%.

Por isso, com temperaturas superiores, proteja a sua planta e deixe sempre o chão do lugar onde elas estão úmidos para ajudar.

As orquídeas não gostam de luz direta e nem sombra, o ideal é a luz indireta do sol.

Não se esqueça de quanto o adubo é importante. A cada 15 dias é necessário fazer a fertilização.

O ideal é usar o seguinte produto diluído na água: NPK 30-10-10.

Siga todas as indicações sobre as orquídeas e na dúvida consulte os profissionais. As plantas só sobrevivem se elas receberem os cuidados que são necessários para cada um individualmente.

Sugerimos para leitura:
Manual Completo de Como Cuidar de Orquídeas

Loading...

2 comentários em “Como Recuperar uma Orquídea Desidratada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *