Dividir a minha orquídea?

Manual Completo de Como Cuidar de Orquideas

Uma forma de multiplicar a sua orquídea é através da divisão da planta adulta. Nesta postagem vou explicar os cuidados que devemos ter nesta divisão.

Qualquer orquídea pode ser dividida?
Não! Somente as orquídeas de crescimento simpodial e desde que a planta tenha 6 pseudobulbos ou mais. Como é o caso das Cattleya e Laelia. Na foto abaixo uma orquídea com 4 pseudobulbos, que não deve ser dividida.

como-dividir-minha-orquidea
Fonte da imagem: Dulce Nascimento

Obrigatóriamente preciso dividir a orquídea antes de reenvasá-la?
Não! Isso depende do gosto de cada um.
Particularmente gosto de vasos cheios, só quando está super-lotado de pseudobulbos é que faço a divisão.

Qual é a época ideal para a divisão e obtenção de mudas?
O ideal é após a queda das flores. É nessa época que a orquídea entra no período de descanso, chamado período vegetativo.

Sugerimos para leitura:
Manual Completo de Como Cuidar de Orquídeas

Qual é o principal cuidado que devo ter?
Existem três grandes cuidados importantes para o sucesso da divisão do exemplar: raízes, número de pseudobulbos e materiais usados.

Na hora de dividir a orquídea, tenha em mente que, preservar ao máximo as raízes da sua orquídea, é um fator importante para que ela se adapte a nova condição.

É importante também, estar atento ao número de pseudobulbos que ficarão para cada divisão. Não se deve dividir a planta e deixá-la com menos de três pseudobulbos.
Cada novo exemplar deve ter pelo menos 3 pseudobulbos!

Loading...


Lembre-se que, sempre que for manipular sua orquídea, deverá usar instrumentos esterilizados.
Você pode fazer a esterilização, deixando o instrumento 30 minutos imerso no cloro ou 20 segundo na chama do fogão.
Esterelizar o material de trabalho é garantir que fungos, vírus e bactérias não irão se alojar no seu exemplar.

Mas por que não posso deixá-la com menos de 3 pseudobulbos?
Uma orquídea com uma quantidade inferior a três pseudobulbos estará muito vunerável e possivelmente demorará mais de dois anos para florir.
Enquanto que, o exemplar que estiver com 3 pseudobulbos ou mais irá florir em um ano, ou no máximo dois anos.

Como-dividir-a-minha-orquidea
E se ela estiver com muitas raízes?
Como falei anteriormente, é preciso preservar as raízes para garantir uma boa recuperação da planta, mas no caso de exemplares com um sistema radicular muito vasto, pode ser feito uma limpeza nas raízes mais velhas, secas ou podres.

Isso é válido para aqueles casos em que as raízes ocupam quase o vaso inteiro, não deixando quase espaço para o substrato.
E vale ressaltar que só deverão ser retiradas as raízes mais antigas, secas ou podres.

O que devo retirar quando estiver limpando?
Se sua planta estiver com pseudobulbos secos e murchos, corte-os. Sempre devemos aproveitar a época de transplante para retirar as partes desnecessárias da orquídea, ou seja, todas as que estiverem secas e mortas.

Agora é só plantar?
Não! É importante limpá-la em água corrente, com auxilio de uma escova de dentes com cerdas macias.
Esfregue principalmente as folhas e pseudobulbos.

Agora sim, sua planta está pronta para o transplante de vaso.

Fonte e Créditos: cynthiablanco.blogspot.com.br

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *